Live Chat Software by Kayako
Knowledgebase
Roteamento Estático
Posted by Rafael Vital on 31/Oct 17:03

Roteamento Estático

Classificação: Classificado / Público
Proprietário: Rafael Vital
Usuários: Público em geral
Versão: 0.1 (Criada em 19/06/2017)
Alterado último por: Rafael Vital

1 - Sumário

Nesta aba do ProApps o usuário será capaz de buscar a atualização de horário através de servidores externos, manipular manualmente rotas, além de outros detalhes que serão descritos a seguir. Para melhor entendimento do documento, na imagem acima é possível visualizar o menu como este é apresentado na aplicação.

2 - Roteamento Estático

Uma rota estática é um caminho pré-determinado que a rede deve seguir para alcançar um host ou uma rede específica. Este processo é realizado manualmente adicionando um IP em uma tabela de roteamento ao invés de receber informações de rotas de maneira dinâmica. Diferente da rota dinâmica, as rotas estáticas são fixas e não mudam se a rede é alterada ou reconfigurada. Mesmo com características diferentes tanto a rota estática quanto a rota dinâmica são utilizadas para maximizar a eficiência do roteamento porém a rota estática provem backup caso a rota dinâmica falhe na troca de informações. Na imagem abaixo é possível visualizar a tela inicial e logo após há uma descrição de cada campo.

Habilitar rotas estáticas: Neste campo o usuário poderá definir se habilita ou não as rotas estáticas.

Rotas configuradas: Neste campo são apresentados as rotas que foram configuradas nos campos “Adicionar rota IPv4 e IPv6”.

Adicionar rota IPv4: Neste campo o usuário poderá adicionar uma rota IPv4 preenchendo os campos que serão descritos a seguir:

Nome: Neste campo o usuário deverá adicionar o nome da rota IPv4, é aconselhável um nome intuitivo para não haver confusão.

Destino: Neste campo o usuário deverá definir se o destino é um host ou uma rede. O endereço de rede é utilizado para identificar uma rede lógica sem citar nenhum host, enquanto o endereço host precisa de um endereçamento único que possibilite diferenciá-lo no restante da rede. Caso a opção escolhida seja Rede o usuário deverá colocar o IP de destino juntamente com a máscara. Já se a opção escolhida for host o usuário deverá colocar somente o IP referente ao hospedeiro que deseja ser alcançado.

Gateway: Neste campo o usuário deverá definir se o gateway da rota é uma interface ou um roteador. Caso a opção escolhida seja roteador o usuário deverá passar qual é o IP deste dispositivo. Mas se a opção escolhida for interface, o campo interface será habilitado e o usuário poderá escolher uma interface de rede dentre as disponíveis.

FIB: Forwarding Information Base é utilizado para tomar decisões de mudança baseada em prefixo de destino IP. O FIB contém informações sobre o identificador de interface e o próximo salto para cada prefixo de rede de destino alcançável. O FIB é conceitualmente similar a uma tabela de roteamento, mantendo uma imagem espelhada das informações contidas na tabela de roteamento IP.      

Ao finalizar a inclusão das informações o usuário deverá clicar no botão verde com o símbolo de “+” para realizar a inclusão destas informações no campo “Rotas configuradas”. Após esse passo é necessário clicar no botão “Salvar” no canto superior direito da tela.

Adicionar rota IPv6: Neste campo o usuário poderá adicionar uma rota IPv6 preenchendo os campos que serão descritos a seguir:

Nome: Neste campo o usuário deverá adicionar o nome da rota IPv6, é aconselhável um nome intuitivo para não haver confusão.

Destino: Neste campo o usuário deverá definir se o destino é um host ou uma rede. O endereço de rede é utilizado para identificar uma rede lógica sem citar nenhum host, enquanto o endereço host precisa de um endereçamento único que possibilite diferenciá-lo no restante da rede. Caso a opção escolhida seja Rede o usuário deverá colocar o IP de destino juntamente com a máscara. Já se a opção escolhida for host o usuário deverá colocar somente o IP referente ao hospedeiro que ele/ela deseja alcançar. 

Gateway: Neste campo o usuário deverá definir se o gateway da rota é uma interface ou um roteador. Caso a opção escolhida seja roteador o usuário deverá passar qual é o IP deste dispositivo. Mas se a opção escolhida for interface, o campo interface será habilitado e o usuário poderá escolher uma interface de rede dentre as disponíveis.

Ao finalizar a inclusão das informações o usuário deverá clicar no botão verde com o símbolo de “+” para realizar a inclusão destas informações no campo “Rotas configuradas”. Após esse passo é necessário clicar no botão “Salvar” no canto superior direito da tela.

O último elemento que será analisado do submenu “Roteamento Estático” é o botão “Recarregar”. Este comando permite que o usuário recupere as rotas estáticas criadas mesmo após alguma alteração na interface. Vale destacar que as rotas estáticas, antes da implementação deste botão, não eram perdidas porém não era possível visualizá-las tornando a usabilidade menos intuitiva para o usuário.

 

(0 vote(s))
Helpful
Not helpful

Comments (0)
Post a new comment
 
 
Full Name:
Email:
Comments:
Help Desk Software by Kayako